terça-feira, 31 de julho de 2012

quarta-feira, 25 de julho de 2012

Fiona - Adote um amigo!!!! ADOTADA

 Esta é a Fiona! Querida, carinhosa e obediente!!!!
Está castrada e vermifugada. Se relaciona bem com outros cães e gosta de crianças.  É de pequeno a médio porte (pesa 10kg) e tem cerca de 8 meses. 
Para conhecê-la escreva para anjosderuanh@gmail.com ou ligue para (51)93191900

quinta-feira, 19 de julho de 2012

Kika sumiu de casa - NH

Kika sumiu na rua Santos em Novo Hamburgo, próximo a Feevale campus 2.
Tem cerca de 10 anos.
Telefone para informações 9355 9500.
Vamos ajudar a divulgar, pois a Kika deve estar sofrendo e sua família também.

quarta-feira, 11 de julho de 2012

Nina para Adoção



Essa moça se chama Nina. Foi resgatada quando estava no cio. Vários cães a perseguiam.
Mesmo não tendo condições, não conseguir fechar os olhos para a situação, sabendo que viriam mais filhotes ao mundo e para as ruas.
Foi levada pra a clínica e castrada em seguida.
Mas agora não tem pra onde ir. Está na clínica e precisa sair de lá!
Ela parece ter sido abandonada ou estar perdida. Está gordinha, o pelo está bonito, é super educada quando damos bifinho. 
Tem em torno de 1 ano e meio, é bem novinha. É um mimo, carinhosa, tranquila, faz festa quando vou a ver. É menor que um cocker.

Não temos para onde levar e não temos mais condições de pagar casa de passagem. Precisamos de alguém que possa se disponibilizar a fazer lar temporário, ou ser madrinha/padrinho.

CONTATOS: (51) 93360295 Cláudia, (51)91631289 Tathi, muraldosbichosrs@gmail.com

terça-feira, 10 de julho de 2012

Eu adotei um animal de rua - Bob

Hoje quem conta a sua história de adoção é a Kátia Márcia de 
São Gonçalo no Rio de Janeiro:      

 "TENHO UMA HISTÓRIA PARA CONTAR, EM JANEIRO DE 2012, HOUVE UMA CHUVA GRANDE E PELA MANHàAPARECEU um CACHORRO NA CASA ONDE EU MORAVA. ELE ESTAVA TODO MACHUCADO, CHEIO DE SARNA, FEIO DEMAIS. QUANDO ELE ME VIA BALANÇAVA O RABINHO, MAS NEM LEVANTAVA DO CHÃO. FUI AO MERCADO E COMPREI RAÇÃO. SEPAREI 2 VASILHAS COM ÁGUA E COM A RAÇÃO, ENTÃO ELE LEVANTOU E COMEU E BEBEU.

PASSARAM ALGUNS DIAS ELE já ESTAVA MELHOR, mas NÃO FOI MAIS EMBORA. VARIOS MORADORES DA RUA COLOCAVAM COMIDA OU RAÇÃO PARA ELE, MAS O CARINHO ERA SEMPRE COMIGO. QUANDO MEU MARIDO CHEGAVA COM O CARRO ELE FICAVA MALUQUINHO PULANDO EM CIMA DELE, MAS MEU MARIDO NÃO QUERIA AQUELE CACHORRO FEIO, ERA ASSIM QUE ELE FALAVA, ENTÃO UMA OUTRA VIZINHA o MANDOU  PARA O PETSHOP E TRATOU ELE. MAS ELE NÃO QUERIA MORAR COM ELA. ELE SÓ FICAVA ATRAS DE MIM SEMPRE. ENTÃO COMPRAMOS UMA CASA E EU RESOLVI TRAZER ELE. MEU ESPOSO NÃO QUERIA RECLAMOU MUITO, MAS EU NÃO DEIXEI ELE LÁ TROUXE ELE COMIGO SIM.  CONTINUAMOS O TRATAMENTO E HOJE ELE ESTÁ SAUDÁVEL E CHEIO DE VIDA. HOJE ELE SE CHAMA BOB E VIVE FELIZ CONOSCO.

DEPOIS DELE APARECEU a PRINCESA, QUE  MEU MARIDO QUASE ATROPELOU NA RUA DA NOSSA NOVA CASA E PRETINHA QUE ERA DA VIZINHA E NÃO QUER MAIS VOLTAR PARA CASA....SÓ QUER FICAR AQUI CONOSCO. MEU MARIDO NÃO GOSTA MAS EU DEIXO PORQUE ELA É MUITO BOAZINHA." 

Bob antes e depois


Bob e sua nova maninha!

Faça como a Kátia Márcia e envie a sua história para anjosderuanh@gmail.com
Conte para o mundo como um animalzinho pode mudar a sua vida para melhor.
Incentive você também a adoção consciente.

Kátia, obrigada por participar!